Um projeto Menu

Círculo da Inovação

Nada é impossível quando tudo é possível

Inês Caldeira

CEO L’Oreal Portugal

Gerir Talento

Nada é impossível quando tudo é possível

Ana Maria Pimentel

A primeira e mais nova mulher à frente da L’Oreal Portugal encontrou as respostas para o comando da marca na pessoa que já era aos dez anos. Ao longo da vida tem vindo a aprender a conhecer-se cada vez melhor

“Tenho medo de falhar”. Foi esta a frase que Inês Caldeira repetiu ao pai quando ele a encontrou na casa de banho em choro e a vomitar antes do primeiro dia de escola da sua vida. Mantém-se este medo. Se pudesse fazer tudo outra vez falhava mais vezes, experimentava mais. Falta-lhe arriscar nas coisas que não é boa. A CEO da L’Oreal Portugal diz ser uma “pessoa absolutamente normal”, muito exigente e às vezes “insistente e obsessiva”.

É-o assim desde sempre, faz parte da primeira geração da família que teve acesso ao ensino superior e embora tenha detestado os anos de economia na Nova percebeu que aquela era a oportunidade. Aprendeu também naqueles anos “que nunca mais faria nada que não gostasse na vida”. E não teve que o fazer: chegou à L’Oreal para um estágio, passou por Madrid, pela casa mãe em Paris, e aos 36 anos está ao leme do navio que é a L’Oreal Portugal.

Na empresa em que “nada é impossível”, Inês é feliz a repetir que “tudo é possível” e “quando estes dois ingredientes se juntaram deu uma receita única”. De tal forma que há muito deixou de pensar em futuro, porque à medida que a vida acontece o “presente é muito melhor do que o que tinha imaginado.” Diz nunca ter tido aquilo com que sonhou, mas só “porque teve muito mais”.

Na voz da Inês é impercetível descobrir-se a idade, fala com a responsabilidade de quem já viveu muito e com a paixão de uma estagiária que acabou de vestir a camisola da empresa para nunca mais tirar. Não sabe trabalhar, viver e muito menos liderar sozinha. Dos estagiários, que são hoje como ela já foi, reconhece: precisa muito deles. “As novas gerações dão mais importância às questões de liderança e humanas do que a questões técnicas” reconhece, acrescentado sem falsa modéstia que tecnicamente há quem seja melhor que ela. Com orgulho do percurso trilhado acrescenta que “no resto” está “muito bem posicionada” e é este “equilíbrio que lhe deu o passaporte para o sucesso”.

UMA IDEIA

“Digitalização do país e expansão do e-commerce. O digital permitirá eliminar escalas. Não interessa se somos 10 ou 100 milhões. A diferença far-se-á apenas entre os bons e os maus. Temos tudo para ser os melhores”

UM DESAFIO

“Permitam-me que vos fale do Brandstorm. É uma plataforma incrível que permite à L'Oreal identificar talento jovem. Damos aos universitários um caso pratico de negócio para resolver. Desta forma saímos do esquema tradicional de entrevista e CV para podermos ver como é que os grupos interagem e comunicam. É uma competição mundial que nos permite anualmente mostrar a melhor equipa portuguesa totalmente adaptada aos novos tempos. O Brandstorm tem uma etapa digital importante e é uma fonte de recrutamento crucial para a L'Oreal”

Gerir Talento

Ver mais