Um projeto Menu

Círculo da Inovação

Um polivalente equipado a rigor

Carlos Guimarães

Director FSS Adidas

Foco no Consumidor

Um polivalente equipado a rigor

Ana Maria Pimentel

Carlos Guimarães trabalhou desde cedo. É um apaixonado pela organização e privilegia sempre a relação com as pessoas

Carlos Guimarães alerta no início da conversa que não é por estar na Adidas que a conversa vai gravitar em torno do desporto. Reconhece, no entanto, que sempre teve tendência para desportos de equipa - era sempre o motivador e o capitão - e que enquanto tirava o curso de Contabilidade e Administração o desporto era presença assídua na sua vida.

Para não contrariar o seu pedido, falamos então do seu percurso profissional. Durante a faculdade transportou malas do aeroporto, trabalhou em cafés, fez de tudo um pouco. No terceiro ano da universidade percebeu que curricularmente era importante ter trabalhos de escritório. Foi parar à Jaime da Costa e, além de ter aprendido tudo, viveu a experiência de uma empresa estrutural e tipicamente portuguesa.

Carlos Guimarães, rapaz que trabalhou desde cedo, é um apaixonado pelos números e pela organização e tornou-se no homem que privilegia sempre a relação com as pessoas. Confia no talento de quem com ele trabalha, e a única maneira de o fazer é através de uma política de proximidade que cumpre religiosamente. Para motivar os outros é inspirado pelo espírito de equipa (lá está o desporto), tem uma relação direta e, por isso, não fecha portas.

Todas as opiniões contam, e quanto mais valoriza aqueles que trabalham com ele mais ideias surgem. Só há três coisas que exige: eficiência, qualidade e consistência. Os processos não são o importante, o importante é direccionar as pessoas. Para o futuro só quer continuar a acrescentar qualidade e crescer como director.

UMA IDEIA

“Somos um país com uma capacidade tremenda para os serviços. Temos qualidade, talento, uma capacidade de adaptação acima da média e uma localização brutal do ponto de vista geográfico. Como ideia concreta e imediata acho que deveríamos redireccionar estrategicamente para este sector, investindo cada vez mais na criação de serviços que acrescentem valor às nossas empresas, às multinacionais e às pessoas que vivem e visitam o nosso país.

Os serviços como a adidas Business Service têm crescido em Portugal, criando postos de trabalho, acrescentando valor à nossa economia e aos nossos jovens recém-licenciados. Este é um modelo de negocio ainda pouco explorado em Portugal e que com os apoios certos às empresas que cá estão e aos que querem investir no nosso pais (como localização estratégica) pode ser uma mais-valia tremenda para o nosso desenvolvimento como país, economia e auto-estima”

UM DESAFIO

“Na Adidas o foco no consumidor é o principal objectivo. Colocar o consumidor a promover o nosso produto é a nossa estratégia e tem sido fulcral nos resultados extraordinários em 2016. Aqui no Porto, na Adidas Business Service, todos nos sentimos promotores da marca e como tal “vestimos a camisola” todos os dias, participamos em atividades fora do escritório, onde promovemos a marca (torneios de futebol, “peddy-papers”, causas sociais, etc.) e cada vez nos mostramos mais à comunidade. Este é o nosso desafio diário para com a marca, os nossos business partners e connosco.

O maior desafio que ultrapassamos foi provar ao grupo Adidas que podíamos acrescentar valor na prestação de serviços financeiros (e alguns não financeiros) para a Europa e América do Norte, com tarefas feitas localmente e de tarefas feitas por externos (eCommerce).

Este desafio constante faz parte do nosso ADN e do enorme talento dos nossos colaboradores. Estou convicto que mais desafios virão com maior complexidade para nos por à prova e conseguirmos juntos ultrapassa-los.”

Foco no Consumidor

Ver mais