Um projeto Menu

Círculo da Inovação

Conferência do Círculo, parte dois: digitalização, conhecimento e muita partilha

Ana Maria Pimentel

São 17 de 100 talentos, 3 CEO e jornalistas que discutem digitalização esta quarta-feira à tarde. É o segundo evento do Círculo da Inovação e, assim como o primeiro, o programa é tão ambicioso quanto os convidados

Depois da apresentação no início do mês do Circulo da Inovação - projeto do Expresso, SIC Notícias e NOS que selecionou os primeiros 100 inovadores do país, gestores da nova geração com idades entre os 25 e os 45 anos -, evento que contou com a presença do Presidente da Republica, acontece hoje a 2ª "breakout session" dedicada ao tema "Digitalização" (na conferência inaugural abordou-se o desafio de "Gerir e Gerar Talento"). A partir das 17 horas vão estar presentes no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, alguns dos 100 talentos que o Círculo da Inovação tem vindo a mostrar.

Desse grupo fará parte Sofia Tenreiro, diretora geral da Cisco em Portugal. Conhece a digitalização desde os tempos em que brincava com bonecas. Aos dez anos pediu aos pais para ter aulas de coding e o futuro deu-lhe razão. Numa carreira passada nas grandes empresas mundiais e nacionais aterrou na Cisco, que até à data tem sido paixão.

O amor parece ser o sentimento que marca a vida daqueles que se cruzaram com a digitalização em tenra idade e que fazem dela vida. Inês Cavaco tem aquilo a que chama “um casamento longo e feliz com a Google”. Após muito tempo passado na terra mãe da digitalização – Silicon Valley – voltou à Europa com funções mundiais. É da sua responsabilidade a estratégia da Google na Europa, Médio Oriente e África. Por lá, pelo mundo, continua cheia de uma coisa que não tem tradução nem nacionalidade, chama-lhe “googliness” e diz que é uma necessidade contínuar a inovar.

Há muitos outros como elas, que discutirão com três CEO o estado do tema em Portugal. João Fonseca é um deles, a lesão que sofreu aos 19 anos não o fez desistir do sonho do futebol. Do curso de treinador ao mundo das startups foi um percurso rápido e sempre pautado pela digitalização. Criou uma aplicação móvel para táxis, a Taximotion que tem sido um sucesso. E agora volta ao mundo do futebol com uma aplicação de análise futebolística com adeptos imparciais, para todos os adeptos.

A partir das 17h as ideias deles e dos restantes podem ser acompanhadas nas várias plataformas do grupo Impresa e com diretos a partir do Facebook do Expresso.

A seguir ao "Gerir e Gerar Talento" e "Digitalização", vem os debates sobre "Trabalhar em Rede", "Focar no Consumidor" e "Criar Valor", três últimos temas que completam os cinco desafios deste movimento de inovação em Portugal.

Digitalização