Um projeto Menu

Círculo da Inovação

Um Desafio: a história da Asma

MAHMUD TURKIA

Vestígios de munições em Misurata,cidade de Asma

No primeiro de 100 exemplos de desafios superados pelos100 escolhidos do Círculo da Inovação, fique a saber porque é que a história da Asma é especial

"Conheci a Asma, em Misurata, veio a uma entrevista para ser minha tradutora. Tinha Leucemia, e estava há 8 meses sem medicação, pois perdera a medicação num bombardeamento. Disse-me que não podia desistir sem antes me ajudar a ajudar a sua comunidade. Desde o momento em que começou a trabalhar comigo, que o meu desafio era convencê-la a retomar a medicação, pois recusava-se, mesmo sabendo que a organização os disponibilizava, respondia-me sempre “ se eles morrem por esta guerra, porque não hei-de eu morrer também”.

Com o passar das semanas, começávamos a visitar as mulheres da comunidade, e se no início se recusavam a falar ou sequer a partilhar o seu sofrimento (como acontece quando nos sentimos mal, aquela sensação de que só nós nos sentimos assim, e por isso isolamo-nos), lentamente, com a intervenção, estas mesmas mulheres começavam partilhar o que se passava com elas, reciclavam os seus sonhos. Dia após dia, a Asma vinha mais empolgada, até que me confidenciou que estava preparada para retomar a medicação, decidira criar Comités de mulheres. Comités que apenas se responsabilizavam por cozinhar para os soldados na linha da frente.

Asma, através de partilhas nos grupos, percebeu que não estava sozinha, que muitas mulheres também lamentavam para além das pessoas que iam perdendo na linha da frente, lamentavam ainda por aparentemente não terem um papel importante nesta guerra. E isolavam-se na sua dor, não a partihavam, e foi exactamente no momento em que começaram a partilhar o que se passava com elas, que a ideia de se unirem e servirem uma das necessidades mais básicas desta guerra, alimentar os soldados, começou a fazer sentido. Em apenas algumas semanas, os comités estavam montados, a Asma era uma das coordenadoras. Havia um comité em cada bairro, e que por turnos, como que por parcerias, iam satisfazendo as fomes dos guerreiros."

Círculo da Inovação